Carótida

O que é o AVC?

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é o surgimento instantâneo de sintomas causados pela interrupção da oferta de sangue a uma região do cérebro.

Os acidentes vasculares podem ser isquêmicos (em decorrência do fechamento de um vaso sanguíneo) ou hemorrágicos (provocados pela ruptura de um vaso sanguíneo).

Como ocorre o AVC?

Localizada nos dois lados do pescoço, estendendo-se até o interior do crânio, a carótida é a artéria responsável por levar sangue ao cérebro. A presença de placa aterosclerótica em sua estrutura dificulta esse processo, bloqueando a passagem do sangue.

Além da aterosclerose, há outros fatores de risco que precisam ser observados para evitar o AVC: envelhecimento, sexo masculino, hipertensão arterial sistêmica, história familiar, fibrilação atrial, tabagismo, sedentarismo, diabetes mellitus e obesidade.

Como tratar a doença aterosclerótica da carótida?

Para diagnosticar a doença aterosclerótica da carótida é necessário o exame de doppler. O tratamento da doença abrange cirurgia da endarterectomia ou realização de angioplastia.

Na cirurgia de endarterectomia da carótida, a placa aterosclerótica é removida de dentro da artéria. Em seguida, o fluxo sanguíneo para o cérebro é retomado.

Já a angioplastia carotídea é realizada por meio da inserção de um stent no interior da placa carotídea. Após isso, ocorre a dilatação dessa placa, o que ajuda a restabelecer a circulação de sangue para o cérebro.

O tipo de tratamento varia conforme as individualidades de cada paciente.